Conheces todos os Sistemas Operativos para SmartWatches?

O que são os SmartWatch?

Como o próprio nome indica são relógios de pulso inteligentes, cujas funcionalidades vão muito além da mera informação do tempo. Fique-se ou não surpreendido, o 1º smartwatch remonta a 1972 (!) e dava pelo nome de Pulsar, mais tarde adquirido pela Seiko.

Os primeiros modelos eram apenas capazes de desempenhar tarefas básicas, como por exemplo cálculos. Actualmente, graças ao desenvolvimento de microprocessadores cada vez mais potentes, à maior capacidade de memória e também a tecnologia touch-screen, permitem que estes dispositivos sejam autênticos computadores, que podemos usar como um relógio e que ao mesmo tempo  podem ser conectados com os nossos smartphones.

Quais as funções e componentes que podem integrar?

Os primeiros SmartWatches serviam maioritariamente como leitores de multimédia: permitiam transmissão de radio FM, áudio e vídeo. Actualmente os SmartWatches assumem quase as mesmas funções de um SmartPhone, havendo mesmo dispositivos capazes de realizar chamadas, sendo designados como “Watchphones”.

A quantidade de funções assemelha-se cada vez mais às de um Smartphone, podendo os SmartWactches incluir dispositivos como: camera, acelerómetro, termómetro, altímetro, barómetro, bússola, calculadora, telemóvel, touch screen, GPS, cartões de memória e até terem interface que os permite serem conectados a um computador, ou auscultadores wireless de entendimento de chamadas.

Existem também os chamados “SportWatch” especialmente desenvolvidos para monitorização de actividades físicas, como corrida, treino, mergulho e outros desportos. Em termos de funções propriamente ditas, podemos ter contagem de voltas ou número de repetições de um exercício, medida de velocidade, variações em altura e intensidade, rota, monitorização de ritmo cardíaco. É aliás, no campo da saúde que se esperam os maiores desenvolvimentos de aplicações.

Sistemas Operativos nos SmartWatches?

Android Wear

O sistema Android Wear (Google) tem sido o que mais se desenvolveu, apesar de que em 2014 ocupasse apenas 15% do mercado de vendas de smarwatch (700.000 dispositivos).  A vantagem do Android Wear é ser um sistema baseado em Android, o que permite que haja já milhares de aplicações desenvolvidas para estes dispositivos. O desenvolvimento deste sistema tem em conta a visão de proporcionar informação enquanto nos movemos no dia a dia, colocando o mundo no nosso pulso.  Permite não só dizer as horas, mas passará a dar-nos dicas automáticas, em diferentes situações da rotina diária. É precisamanente neste tipo de notificações que a Google investe forte no seu vídeo de lançamento do Android Wear 5.1.1, que poderão ver abaixo.

Tizen for Wearables

O Tizen OS é desenvolvido pela Intel, Vodafone, Orange, Samsung. A versão mais leve é chamada Tizen for Wearables e é liderada pela Samsung. É um OS de open source, escrito em HTLM5 (html, css e javascript) e conta também com uma App Store já com mais de 1000 aplicações. Um dos problemas deste sistema é que permite emparelhamento apenas com alguns smartphones Samsung.

Pebble OS

Desenvolvido pela Pebble Technology Corp, o Pebble OS é uma versao do FreeRTOS – um OS para dispositivos de tempo real. Pode ser emparelhado tanto com iOS e smartphones Android, e onde se destacam as funções de notificações e também monitorização de actividades. É um dos OS que menos “mal trata” as baterias, devido também à sua simplicidade de funcionamento.  O 1º smartwatch a vender 1 milhão de unidades foi precisamente um modelo que integrava o Pebble’s OS, sendo que actualmente existem cerca de 6000 aplicações e estilos de relógio digital diferente que podemos seleccionar.

Source: http://cdn.liliputing.com/wpcontent/uploads/2012/04/pebble_04.jpg
Source: http://cdn.liliputing.com/wpcontent/uploads/2012/04/pebble_04.jpg

WebOS

Esta plataforma, originalmente criada pela Palm, tinha o como objetivo o mercado dos smartphones. Depois de ter sido sucessivamente comprada e vendida, foi esta plataforma foi adquirida pela LG que a introduziu nos Wearables, nas smartTV’s e, imagine-se, em máquinas de lavar roupa! Apesar de tudo a LG também tem smartwhatches Android Wear, como vamos ver a seguir.

Source : https://i.ytimg.com/vi/6Tl96Dil76c/maxresdefault.jpg
Source : https://i.ytimg.com/vi/6Tl96Dil76c/maxresdefault.jpg

Watch OS

Como não podia deixar de ser, a Apple tem o seu próprio OS para Smarwatches o Watch OS. Baseado na iOS, permite também o emparelhamento, desta feita, apenas com dispositivos iOS. Para correr aplicações na primeira versão deste OS era necessário tê-las instaladas no iPhone e através de uma extensão, elas correriam no smartwatch.
Actualmente o iOS vai na sua segunda versão, o iOS 2, que já permite correr aplicações do próprio smartwatch. Para além disso a Apple promete um aumento da personalização e, de um modo geral, um funcionamento mais rápido e mais opções de assessórios que se poderão emparelhar.

Source: http://cdn5.applesencia.com/wp-content/blogs.dir/17/files/2015/06/Apple-Watch-con-watchOS-2.jpg
Source: http://cdn5.applesencia.com/wp-content/blogs.dir/17/files/2015/06/Apple-Watch-con-watchOS-2.jpg

Band

Desenvolvido pela Microsoft é maioritariamente um monitor de exercício e não corre propriamente um OS. Apesar disso tem a capacidade de correr aplicações utilizando o Microsoft’s Wearable Architecture emparelhado com o iOS, Android e Windows Phone. Actualmente a Microsoft já lançou o Band 2 onde se podem destacar o ecrã mais largo e curvado, mais sensores e maior autonomia de bateria.

Source: https://www.thurrott.com/wp-content/uploads/2015/10/band-hero.jpg
Source: https://www.thurrott.com/wp-content/uploads/2015/10/band-hero.jpg

Em breve teremos um novo artigo com os melhores Smartwachtes do Mercado. Mantenham-se atentos.