Hospital paga 40 Bitcoins para ter rede de volta

Como já aqui tínhamos noticiado, o hospital de Hollywood Presbiteriano de Los Angeles esteve em estado de emergência por mais de uma semana, devido a um ataque de hackers que desligou a sua rede informática recorrendo a malware.

Depois de mais de uma semana de problemas na rede informática, o presidente e CEO do Hospital, Allen Stefanek, anunciou (pode ver o PDF da comunicação aqui) que tomou a decisão de pagar 40 Bitcoins (17 000 dólares ou cerca de 15 250 €) para que a tudo voltasse à normalidade.

O que aconteceu aos ficheiros do Hospital?

No comunicado Stefanek explica que o ataque Ransomware começou a 5 de Fevereiro, dia em que os ficheiros do hospital começaram a ser encriptados pelos hackers e consequentemente surgiu o pedido de dinheiro pela chave de desencriptação. O Presidente desmentiu que o pedido de resgate fosse o até agora anunciado (3,6 milhões de dólares) e aproveitou para acrescentar que o hospital escolheu a forma mais fácil e rápida de recuperar o seu sistema e funções administrativas.

Os registos médicos foram, aparentemente, recuperados e restabelecidos na segunda-feira e a carta diz que, não há nenhuma evidência que os dados de pacientes ou empregados tenha sido acedido durante o ataque.

Certamente que não será o fim deste tipo de ataques, devido ao crescimento e expansão de malware, o que não vai deixar seguros utilizadores normais ou mesmo empresas.

O que é Ransomware?

Ramsonware é um tipo específico de malware que mantém uma rede ou máquina refém, até que um resgate seja pago. Assim que os hackers conseguem o dinheiro, retomam o funcionamento da máquina ou rede.

[Fonte: ABC News (AP)Hollywood Presbyterian Medical Center (PDF) via Engadget]

Fonte das imagens