Motorola: a marca está viva e de boa saúde

Foi há dois anos que a Lenovo comprou a marca Motorola, e até agora tudo aponta para que a Motorola esteja a sair-se bem. Esta é a imagem que o presidente da Motorola, Rick Osterloh, quer passar aos repórteres que hoje estiveram reunidos nas instalações da empresa. Ele diz que a marca está bem de saúde e no futuro podemos esperar mais telemóveis da Lenovo.

“Quando começámos esta compra, o plano era que dentro de 4 a 6 trimestres nós iríamos voltar aos lucros“, diz Osterloh. E foi exactamente o que aconteceu à Motorola neste último trimestre, embora o presidente não tenha adiantado mais informações.

A Lenovo tem agora duas marcas novas de telemóveis, e vai continuar a trabalhar e actualizar os modelos Moto G, Moto X e Moto E. Os dois primeiros modelos são de gama média alta em questão de preço, enquanto o Moto E é o modelo mais acessível. Os modelos Moto (excepto o Moto E) fazem parte da marca Lenovo, na linha dos melhores telemóveis, mas mantêm a marca e logótipo Moto, e vão receber também novas funcionalidades.

Parece confuso, mas Adrienne Hayes da Motorola explica que tudo agora é a marca Lenovo, a questão é reconhecer as ‘sub-marcas’!

Ainda relativamente à aquisição da Motorola, a Lenovo colocou equipas na China a trabalhar em alguns componentes chave para smartphones, e descobriu que a equipa da Motorola estava já a trabalhar afincadamente nos mesmos componentes. Daqui para a frente, vão combinar o melhor de ambas as equipas. A única coisa que a equipa da Motorola não vai fazer, é trabalhar em investigação e dispositivos de realidade virtual. “A Lenovo está a fazer realidade virtual, estamos a trabalhar também nisso. Existem departamentos de negócio dentro da companhia a trabalhar em realidade virtual, mas não a Motorola”, referiu Adrienne Hayes.

[Fonte: TechCrunch, por Romain Dillet]

 

Fonte das imagens