Inteligência Artificial explicada

Este não é mais um artigo a falar de um novo robô, ou sobre o escrutínio das implicações do uso da inteligência artificial, falar bem ou falar mal. Podemos encontrá-la em todo o lado, desde nos nossos smartphones até à industria automóvel. Mas, já se perguntou se sabe exactamente o que é a inteligência artificial? Pois bem, aqui pode tirar todas as suas dúvidas: continue lendo!

o que é

Inteligência Artificial, ou AI como é usada em sigla na língua inglesa, é a ciência de construir máquinas inteligentes. Mas pergunta-se, e o que é a inteligência? Bem, segundo o pai da inteligência artificial John McCarthy, “inteligência é a parte computacional da habilidade de atingir objectivos no mundo.”  A teoria (de conspiração ou não) de muitos cientistas, é que o objectivo principal da inteligência artificial é construir máquinas que são tão inteligentes como nós, humanos.

ramos

Pesquisa: Os programas neste ramo de inteligência artificial examinam um grande número de possibilidades. Um exemplo de um programa de pesquisa poderia ser calcular todas as possibilidades de jogadas num jogo de xadrez.

Reconhecimento de padrões: Aqui os programas são desenhados par fazer observações e comparações com um determinado padrão. A aplicação de inteligência artificial à tecnologia de reconhecimento facial, é um exemplo deste tipo de programas.

Aprender da experiência: No ramo de aprendizagem, é onde se aprende com as experiências anteriores. Este ramo de inteligência artificial também chamado aprendizagem de máquina, usa informação obtida de computações anteriores, para produzir decisões e resultados exactos.

Planeamento: Este ramo trata de encontrar uma sequência de acções que conduzam do estado corrente para um objectivo. O planeamento tem sido implementado em tudo, desde robótica até controlo de missões dos astronautas.

Existem mais ramos da inteligência artificial, como por exemplo, aprender senso comum, inferência, lógica. Consulte mais informação, aqui.

inteligência artificial

Em quase tudo!

Jogos: A inteligência artificial tem sido incorporada nas indústria dos jogos na criação de oponentes gerados via computador que apresentam um comportamento inteligente. A inteligência artificial permite gerar um oponente num jogo baseado nas capacidades de jogo do jogador, com base no modelo de “experiência de jogo”. Permite também gerar automaticamente elementos do jogo, como obstáculos e níveis. Graças à inteligência artificial, é possível explorar e analisar o comportamento do jogador, para melhor compreender o seu comportamento enquanto está a jogar, quando pára um jogo, etc.; os programadores usam esta informação para enaltecer a experiência de jogo.

Linguagem: A inteligência artificial utilizada em linguagem é conhecida como Processamento de Linguagem Natural (em inglês, a sigla usada é NLP). Os dois grandes objectivos do NLP são a compreensão do discurso e a síntese do discurso. Esta última, é considerada a tarefa mais difícil, pois assenta na produção de um texto compreensível ao mesmo tempo que compreensão da fala está a reconhecer entrada de fala. Inúmeras assistentes virtuais, como a Siri, usam tanto compreensão como síntese de discurso. A AI é usada também no Tradutor da Google, que utiliza um ramo de NLP chamado tradução de máquina, e representa uma das tarefas mais árduas da NLP, pois requer que o programa traduza de uma linguagem humana para uma outra, mantendo o significado original. Em geral, qualquer serviço ou produto que utilize comandos de voz utiliza certamente NLP e inteligência artificial para funcionar.

Robótica: Inteligência artificial e robótica sobrepõem-se muito, especialmente nas áreas de conhecimento profundo. A implementação de algoritmos de conhecimento profundo em robôs resultou que, eles conseguem aprender tarefas motoras através de erro e tentativa. Robôs que usam inteligência artificial já podem ser encontrados em todo o lado. A AI permite-lhes funcionar em situações sociais; já muitos robôs foram criados para tomar conta de pessoas idosas. O departamento de inteligência artificial, visão e imagem computacional, é utilizado para dar aos robôs, capacidade de ver.

Assistentes Pessoais: Existem vários programas de assistentes pessoais que são extremamente poderosos. Echo da Amazon, por exemplo, consegue encomendar uma pizza, chamar um táxi ou fazer streaming de música no Spotify. Siri, da Apple, ou Cortana da Microsoft, conseguem realizar tarefas similares; tudo graças à Inteligência Artificial.

Pois é, tudo e mais alguma coisa, sem nos apercebermos, implica e é possível graças à AI. A Netflix usa um algoritmo baseado em AI que sugere qual o filme seguinte que deve ver, o Gmail usa AI para organizar as suas pastas e filtrar as mensagens de spam. Enquanto o mundo da inteligência artificial continua em desenvolvimento, a nós só nos resta esperar que a tecnologia irá (se já não o fez) transformar todos os aspectos da nossa vida.

Gostou do artigo? Partilhe a sua opinião! 

[Fonte: The coast of arms]

Fonte das imagens