Desenvolvimento de aplicações: conheça o perfil dos programadores

O mundo da programação e desenvolvimento de aplicações está cheio de mentes criativas, mentes apaixonadas por aplicações e programação. A maioria das pessoas rotula os programadores como pessoas misteriosas, que passam os seus dias sentados em frente ao seu computador a desenvolver código… Código a fonte de energia dos seus dias.

Quem faz o desenvolvimento de aplicações móveis afinal?

A maioria das pessoas criam um estereótipo em relação aos programadores de aplicações móveis, mas na verdade eles são como qualquer outro individuo, existindo em todas as formas, tamanhos cores, idades e todos querem ganhar dinheiro. Podemos afirmar que a maioria dos programadores de aplicações móveis são do sexo masculino.

No artigo que hoje vos escrevo e que o leitor tem o prazer de estar a ler, vamos analisar o perfil dos programadores de aplicações móveis, baseando-nos num inquérito, realizado pela InMobi, feito a 1000 programadores de todo o mundo. Segundo este estudo, os programadores de aplicações móveis têm em média 31 a 35 anos, são homens, têm menos de três anos de experiência e ganham aproximadamente 6000 dólares. Este estudo indica também que apenas 6% dos inquiridos eram do sexo feminino e de todos os programadores apenas uns meros 16% tinham mais de 5 anos de experiência.

A amostra utilizada neste inquérito é proveniente da América do Norte, Europa e Ásia, para conseguimos ter uma imagem geral do desenvolvimento de aplicações numa escala global. No total foram recolhidas 1089 respostas ao inquérito e foram registadas algumas disparidades dentro do ecossistema do desenvolvimento de aplicações.

Gráfico global

Numa escala global os homens dominam a indústria, tendo sido identificada uma percentagem de 91% de programadores do sexo masculino. Entre o continente europeu e Ásia foram contabilizado apenas 5% de mulheres, sendo que na América a percentagem é de 11%, contra 83% dos homens.

Quanto a idade, numa escala global os programadores têm em média 33 anos, com cerca de 46% dos inquiridos a pertencerem à faixa etária entre os 25 e os 3 anos de idade. Se compararmos as idades entre regiões, concluímos que 49% dos programadores asiáticos estão na faixa etária entre os 25 e os 34, competindo com 44% na Europa e 35% na América do Norte. Segundo este estudo, os Americanos são os que têm uma maior percentagem de programadores acima de 35 ou mais anos de idade, com uma percentagem de 52%.

programadores idades

A industria do desenvolvimento de aplicações ainda é uma criança, pois a maioria dos programadores tem menos de de 3 anos de experiência, havendo apenas 34% de programadores com mais de 4 anos de experiência. Quanto ao estilo de trabalho, a maioria prefere trabalhar como independente e seguir o seu próprio ritmo (47%) e outros 33% preferem trabalhar em equipas de até 5 programadores.

Comparativo de salários

Os investigadores concluíram que a plataforma mais popular na programação é o Android com 86%, seguido do iOS com 57% e por último o Windows Phone. Quando questionados acerca do valor do seu salário o primeiro lugar do pódio vai para os programadores para Windows Phone, pois estes ganham em média 10 500€ mensais, mais do dobro comparado com os programadores de aplicações Android, que auferem mensalmente 4500€. Quanto aos programadores para produtos Apples (iOS) ficam com o segundo lugar da lista, pois ganham em média 7500€.

Pode consultar o estudo completo aqui!

[Fonte: Applause]

Qual a sua opinião em relação aos programadores de aplicações móveis?

Fonte das imagens