Aprenda a configurar uma máquina virtual

O que acha de navegar sem medo na Internet? Poder executar qualquer programa ou ficheiro sem receios? Até mesmo executar um vírus e brincar com ele? Tudo isso é possível pelo intermédio de uma Máquina Virtual – MV (ou Virtual Machine – VM).

O que é uma máquina virtual e como funciona?

 O leitor poderá saber mais sobre este software lendo este artigo. Explicado por poucas palavras, uma máquina virtual é um software de virtualização que permite a criação de um ambiente virtual isolado no computador. Dentro desse ambiente, é possível instalar quaisquer outros sistemas operativos (como XP, Vista, 7, 8, Linux, Mac, etc). É um emulador de sistemas, onde o leitor pode correr quantos sistemas operativos desejar e utilizá-los como um segundo PC – um “PC cobaia”!

O funcionamento de uma máquina virtual consiste em emular um outro sistema operativo virtual dentro do sistema operativo real. Contudo, qualquer actividade, perigosa ou não, pode ser realizada dentro do sistema operativo virtual sem que atinja o sistema operativo real. Isto é, seu computador estará protegido e isolado de qualquer acção que ocorra dentro do ambiente virtual.

Hoje aprenderemos a trabalhar com o sistema de virtualização gratuito VirtualBox.

  •  Em primeiro lugar, deveremos criar o ambiente virtual (o qual receberá o sistema operativo virtual);
  • Clique no botão Novo;
  • Na primeira caixa de diálogo, dê um nomeà máquina virtual e escolha a plataforma e o sistema operativo que será instalado no ambiente virtual; Criar máquina virtual

No nosso tutorial utilizamos como exemplo o Windows 7, mas pode escolher o sistema operativo que quiser. Porém, para plataformas Unix e Mac OS o processo é um pouco diferente

  • Depois de escolher o sistema e dar um nome, clique em Next/Próximo;
  • Na próxima janela, defina a quantidade de memória RAM que a máquina virtual terá e clique em Next/Próximo. É importante ressaltar aqui que se for instalar o Windows Vista, 7 ou 8, estes requerem uma configuração superior.

Escolher RAM máquina virtual

Outro detalhe importante: defina a memória de acordo com a memória do seu computador real. Por exemplo, se o seu PC possuir 2 GB de RAM, não defina 2 GB de RAM para a máquina virtual. Coloque, no máximo, metade de sua memória real para não deixar o PC lento quando abrir a máquina virtual.

  • Na próxima janela, marque a opção “Criar um disco rígido virtual agora” e clique em Criar;

Criar disco virtual

  • Na janela seguinte, seleccione a opção VDI (VirtualBox Disk Image) e clique em Próximo;

Tipo de disco máquina virtual

  • Agora temos de decidir o tipo de armazenamento do disco rígido virtual, como consta na imagem em baixo;

Tipo de disco máquina virtual 2

Sugerimos que escolha “Dinamicamente alocado”. De qualquer das formas, deixamos abaixo as características de ambas as opções, para que possa decidir melhor.

Dinamicamente alocado – Ao escolher esta opção, o sistema operativo virtual irá ocupar um espaço pequeno no seu disco rígido e irá crescer dinamicamente até o tamanho especificado à medida que o sistema operativo exigir mais espaço.

Tamanho Fixo – Ao escolher esta opção, o disco rígido já será preenchido por completo com o tamanho que definiu logo após a criação da máquina virtual.

Após escolher clique em Próximo.

  • Na janela seguinte, estipule o tamanho do disco rígido virtual e clique em Próximo. Lembre-se que a opção configurada anteriormente, vai ser aplicada neste momento após escolher o tamanho do disco!

Tamanho do disco rígido

 Defina um tamanho de disco virtual de acordo com o seu disco rígido real. Por exemplo, se seu disco é de 80 GB, não estipule o mesmo tamanho para a máquina virtual. Não aconselhamos a que deixe menos de 25 GB de espaço, especialmente em sistemas operativos mais recentes.

Máquina virtual VirtualBox.

  • Por fim, pode constatar que a sua máquina virtual foi criada com sucesso;

Configuração da máquina virtual

Clique no botão Configurações da janela inicial do VirtualBox e aparecerá uma janela como a que vê em baixo.

Configurações VM

Nesta secção poderá realizar a configuração que julgar necessária para o funcionamento da sua máquina virtual. Entretanto, se pretender modificar o tamanho de memória RAM e disco rígido, deverá ser feito neste momento, entrando na opção Sistema. Depois de instalado o sistema operativo não é possível alterar estas especificações, portanto, se quiser alterá-los, esta é a hora!

Não vamos entrar em detalhes acerca de cada opção, mas vamos informá-lo acerca das configurações e opções ideais para que tenha um ambiente estável e seguro.

  • Clique no separador Rede e em “Conectado a” escolha a opção Placa em modo Bridge e clique em OK;

Configuração rede VM

Porquê? Com a placa de rede em modo bridge, o sistema virtual terá um IP diferente do seu IP do sistema principal, ou seja, a máquina virtual terá um IP próprio. Isto manterá o seu computador seguro caso aceda a conexões suspeitas ou perigosas. Se escolher o modo NAT, a máquina virtual irá partilhar o mesmo IP da máquina real.

Todavia, tenha em mente que, tanto Bridge quanto NAT, podem vir a oferecer riscos ao computador real (seja através de um bug no programa ou qualquer outra coisa mais complexa) — embora seja algo raro de acontecer. No entanto, em modo Bridge a segurança, de fato, é maior.

  • Escolha o disco de instalação do sistema operativo, que poderá ser um ficheiro .iso ou mesmo um CD/DVD na sua drive física. Escolha o separador Armazenamento e do lado direito escolha o local onde tem o disco de instalação;

Configuração do disco de arranque

  • Depois de realizar todas as modificações e definições desejadas, clique em OK para voltar à janela principal do VirtualBox;

Artigo do nosso parceiro TECPROMPT adaptado para Português de Portugal pelo Tech em Português!

Banner Tecprompt

Alguma dúvida ou questão sobre máquinas virtuais? Partilhe-as connosco!

Fonte das imagens