Onde vamos parar? Lentes de contacto de Realidade Aumentada

Onde vai parar o mundo tecnológico? O leitor leu bem, lentes de contacto de realidade aumentada, vai ser um sector que será explorado pela Samsung. A empresa que foi a primeira a explorar o mundo da realidade virtual e, agora passa para o da realidade aumentada (RA). A verdade é que já existem óculos que fazem o efeito, mas aplicar a tecnologia a lentes será um passo de gigante para o progresso tecnológico!

img1

Lentes de contacto de realidade aumentada

A Samsung recebeu uma patente para lentes de contacto “inteligentes”, originalmente apresentadas em Setembro de 2014. As lentes vão apresentar, câmaras, sensores de movimento, um transmissor e unidades de exibição. Estas lentes irão trabalhar com um smartphone que, com um conjunto de comandos irá realizar a troca de dados com o dispositivo, emparelhando todas as funções.

Enviar fotos e vídeos e, ver os mesmos através das lentes pode ser uma realidade!

O ano de 2016 está a ser autêntico no que toca à revolução tecnológica. Com a introdução dos óculos RIFT o mundo está em constante explosão ascendente e, as novidades prometem não ficar apenas por aqui!

Apesar da ideia da Samsung estar só agora em desenvolvimento, esta foi lançada em 2014 como já referimos anteriormente! O motivo desta noticia ter destaque apenas agora, é porque a mesma ideia foi só aprovada na semana passada! Há quem fale já em protótipos, outros vão mais longe e dizem que já está a circular no mercado! O que é certo é que é possível e, promete ser mais uma tecnologia que virá revolucionar o nosso mundo!

RA

Lentes da Google

A google também está dentro do negócio das lentes de contacto de RA. Em parceria com uma farmacêutica Suiça, a Novartis, estão a tentar desenvolver algo do género mas direccionado para a área da saúde. Obter dados relacionados com o que se passa no seu corpo, em tempo real, graças a lentes irá ser possível com esta  tecnologia! Fornecer informações, gráficos e objectos sobrepostos é também um dos objectivos!

[Fonte: CNET]