Apple salva jovem cego de suicídio

James Rath, com 20 anos e nascido praticamente cego, conta como sofreu de bulling em criança e como foi dificil aprender. Apenas com 11 anos afirma que pensou em suicidar-se e, até foi diagnosticado com depressão nessa mesma idade. Hoje é produtor de filmes e, no mês passado mostrou o video chocante onde relata como a apple salvou a sua vida. Prepare os lenços e embarque connosco nesta história chocante e, veja o video no final do artigo.

Como a apple salvou uma vida

James Rath, quando obteve o seu primeiro MacBook Pro, no seu 14º aniversário, ele descobriu que as “features” do computador lhe permitiam ver coisas que em outros cenários ele não conseguia. Ele conseguia ler os seus livros escolares, fazer zoom no software e até permitiu a ele editar video

A minha perspetiva de vida mudou completamente assim que recebi o meu primeir Mac. Parei de ter dúvidas de mim próprio. – Contou Rath

No dia 12 de Março de 2016, Rath publicou um video no Youtube com o título de “How Apple saved my life”, para português, “Como a apple salvou a minha vida”. De imediato os engenheiros da Apple deram com a noticia e agradeceram Rath. Apenas 3 horas após a equipa da Apple contactarem Rath, Tim20 Cook deu um tweet no video do protagonista.

James Rath, o protagonista da história
James Rath, o protagonista da história

Não é qualquer empresa que se preocupa e investe neste tipo de situações, até porque não é nada simples de se fazer.

Partindo de facto para a história que interessa, para o emocionante video onde Rath demonstra a sua eterna gratidão para com a Apple, a tech em português gostaria de lançar uma questão. Será que a tecnologia consegue terminar ou atenuar o sofrimento das vitimas de bulling? Acredita-se que 3 em cada 10 crianças sofre deste tipo de tormento e, leva a muitas crianças/adolescentes a cometerem o suicídio, deixando para trás a familia, esta última onde muitas das vezes nem percebe o que se passa.