Malwares: Os 5 grandes mitos

Os malwares têm estado muito na moda. Este, é um software que se infiltra num sistema de forma ilícita, com o intuito de causar danos, alterações e/ou roubar informações. Podendo aparecer de várias formas, executável ou scripts por exemplo. Muito se fala deste problema e, nem tudo é verdade. Confira connosco os 5 grandes mitos dos malwares para smartphones.

1 – Pode atacar a bateria

Um vírus, segundo especialistas, não pode atacar hardware. Mas, sendo a bateria algo físico, esta não está livre de um ataque. Isto porque um vírus precisa de memória e processador para funcionar, o que leva a abrir vários processos no smartphone. Quanto mais processos abrir, mais bateria consome. O  vírus pode não atacar de forma direta a bateria mas, indiretamente é uma ameaçao á mesma.

2 – O vírus pode espalhar-se pelo ar

Pode parecer ridiculo, um vírus informático espalhar-se pelo ar, contudo já existem casos registados nos Estados Unidos desse acontecimento. Se o hacker construir uma antena pirata, pode transferir todas as instruções dos telemóveis. Portanto, sim pode “espalhar-se pelo ar”, sendo que os casos são muito raros.

Hacker in the front of a laptop computer

3 – O vírus é capaz de queimar/estragar o telemóvel

Na mesma situação que a bateria, o vírus não será capaz de queimar o hardware, pelo que ao contrário do que se diz, está a salvo deste ponto.

4 – As empresas de antivírus criam os vírus

Uma das teorias da conspiração. O leitor se abrir uma empresa de antivírus, não vai criar vírus. Empresas sérias estudam apenas métodos de prevenção. Contudo, todos sabemos que muitas vezes o dinheiro fala mais alto e, a verdade é que as empresas podem criar os próprios vírus e seus antivírus para aumentar as vendas.

mobileVirus

5 – Um vírus não ataca tecnologia de ponta

Muitos afirmam que têm um smartphone com a melhor tecnologia atual e, que os vírus não atacam aquele sistema pois é totalmente novo e seguro. Isto é uma mentira que tem passado ao longo dos tempos. Assim como a tecnologia evolui, os vírus também estão a evoluir, ou melhor, quem os cria também os cria mais fortes e melhores.