Sonda Juno chegou a Júpiter

A sonda espacial Juno conseguiu nesta terça-feira entrar em órbita de Júpiter, o maior planeta do sistema solar, completando assim com sucesso, o momento mais perigoso da missão. Foram necessários cinco anos de viagem para que a NASA tivesse oportunidade de começar a recolher informações sobre este planeta, graças a esta missão que custou cerca de 990 milhões de euros. Saiba mais, connosco!

Sonda Juno

Eram 20h53 de segunda-feira na Califórnia (4h53, madrugada de terça-feira em Lisboa) quando a sala de controlo desta missão recebeu o sinal enviado pela sonda Juno, provocando uma onda de aplausos dos cientistas.

Scott Bolton, coordenador da missão, disse:

“Estamos lá! Estamos em órbita! Conquistámos Júpiter.”

Era necessário a sonda situar-se no local correcto para que o motor principal fosse activado e, deveria ficar assim durante 35 minutos para diminuir a sua velocidade. Se alguma falha ocorresse neste processo, a sonda falharia o planeta, e seria o fim da missão.

Júpiter

A sonda saiu do nosso planeta no dia 5 de Junho de 2011, fazendo um movimento circular que ultrapassou a órbita de Marte, voltou à Terra e aproveitou esse impulso para viajar até Júpiter. Em quatro anos e 11 meses percorreu 2800 milhões de quilómetros. Júpiter tem 11 vezes o diâmetro da terra e 122 vezes a sua área superficial.

A massa de Júpiter é superior à massa de todos os outros corpos do sistema solar, excluindo o Sol. À noite, o seu brilho só é ultrapassado por Vénus, pela Lua e, às vezes, por Marte.

Este, é um grande avanço, mais um, que marca a exploração no universo por parte do Homem. Seremos nós capazes de conquistar o universo também?

Fonte: [público]

Deixe-nos a sua opinião!