Teoria da conspiração: CIA por detrás do Pokémon GO?

O sucesso do Pokémon GO não escapa às mentes mais conspiratórias.  Nas redes sociais começam a aparecer teorias da conspiração e até religiosas. O Pokémon Go que já chegou a ser relacionado à CIA (Agência de Inteligência Americana), agora também ganhou uma suposta relação com o demónio.

1º Conspiração – Pokémon Go é demoníaco

Uma corrente tem circulado pelo WhatsApp do Brasil para “alertar” os pais dos jogadores. O tom alarmante é de imediato notado pelo título: “Pokémon Go – Saiba o que este jogo causará na sua vida e na dos seus filhos”. O texto afirma que o Pokémon Go é obra do demónio, numa clara tentativa de afastar os jovens do caminho do bem.

O autor do texto alerta também para a promoção de lutas em igrejas e para a transformação de crianças em “zombies”, que não conseguirão dormir por medo da invasão dos monstros.

Obviamente, a relação do jogo com o demónio não se confirma. Mas, relembram os mais atentos que isso não quer dizer que o jogo não tenha colocado alguns jogadores em perigo. São recorrentes as notícias de roubo de telemóveis, quedas e acidentes de carro. Já houve até um caso de morte.

2º Conspiração: Pokémon Go pertence à CIA?

Além da relação com o Satanás, o Pokémon Go já foi acusado de ser usado como bode expiatório da CIA. De onde surgiu esta ideia? O director executivo da Niantic (a empresa que desenvolveu o jogo), Jonh Hanke, fundou no passado uma empresa que foi patrocinada por uma companhia fundada pela Agência de Inteligência Americana.

Mas, além de ter recebido o financiamento, o que é comum em start-ups, o jogo não tem nenhuma relação com o governo americano. Além disso, não faz nada muito diferente de outras aplicações no que diz respeito à privacidade. Isso não quer dizer que ele não vasculhe sobre a sua vida. Mas faz mais ou menos como as outras aplicações, que vão desde jogos a redes sociais. O próprio Facebook, com milhões de utilizadores a nível mundial, é bem mais invasivo que o Pokémon Go.

E você? Acredita nestas teorias?

[Fonte: Stuff they don’t want you to know podcast]

Fonte das imagens