6 dos vírus de computador mais marcantes da história

Hoje em dia não é tão comum ouvir a frase “o meu computador tem vírus”. Derivado aos avanços no desenvolvimento de bons métodos de protecção (antivírus). Contudo e, relativamente à pouco tempo, a história não era bem assim e vírus era o tema grande de quase todos os dias para quem usava sistemas informáticos. Conheça 6 dos vírus mais marcantes da história!

1 – Brain (1986)

Este vírus era apenas experimental e foi criado em 1986 por dois irmãos paquistaneses. O código era tão inofensivo que continha os seus nomes, telefones e endereço para as “vitimas” contactarem com eles. Apesar de noticias indicarem o contrário, eles possuem uma empresa com relativo sucesso no mesmo endereço.

Brain

2 – Chernobyl (1998)

O vírus “CHI” era bastante destrutivo e tinha o apelido que vemos no título. Estima-se que tenha afetado mais de 60 milhões de PC em todo o mundo. Especialmente na Ásia. O gatilho do vírus foi disparado apenas um ano depois da sua criação, altura do acidente de Chernobyl, daí o seu nome. Este infiltrava-se na BIOS do sistema e apagava tudo!

cherno

3 – Melissa (1999)

Apesar de não ser destrutivo, foi o primeiro a causar prejuízos reais a empresas de tecnologia. Gerou tanto tráfego de email em tão pouco tempo que os servidores ficaram todos “congestionados” e pararam de funcionar a dada altura! Foi espalhado através de um mail que deixava as pessoas curiosas, abriam e eram infectadas.

melissa

4 – I Love You (2000)

Também a espalhar-se por email, este era mesmo destrutivo. A táctica era deixar a vitima curiosa com uma suposta carta de amor que vinha de alguém conhecido.

ILov

5 – Cabir (2004)

Em 2004 saí oprimeiro vírus para telemóvel. Inofensivo como o Brain, foi criado de forma experimental para mostrar às empresas de antivírus que era possivel invadir um telemóvel com Symbian.

carib

6 – Stuxnet (2010)

Talvez o vírus mais perigoso do mundo. Não fazia mal a computadores Windows ou macOS. Em vez disso, os criadores atacaram com este vírus usinas nucleares iranianas controladas pelo sistema SCADA, da Siemens. Este vírus chegou a causar o caos numa usina mas foi parado antes de gerar danos catastróficos.

stuxnet

Fonte: [tecmundo]