Carro da Tesla hackeado a longa distância por chineses

Um problema na eletrónica do Tesla Model S permitiu que hackers chineses invadissem e controlassem à distância e em movimento, um carro deste tipo. Para invadir o sistema à distância, os especialistas fizeram com que o carro se ligasse a um ponto de wi-fi malicioso. Saiba mais, connosco!

Tesla Model S hackeado

Aproveitando um problema no sistema de navegação do carro, enquanto o motorista usava a net para encontrar um ponto de recarda de bateria mais próximo, invadiram o sistema.

A partir daqui, os hackers assumiram o controlo do carro. Destravaram portas, abriram o tecto solar, mexeram no ajuste de bancos, ligaram os piscas, entre outros! O mais grave foi que estes conseguiram mesmo controlar o carro enquanto este se encontrava em movimento, abrindo a mala do carro, e accionaram até o travão de forma remota!

O que fez a Tesla?

Á semelhança do que já vimos várias vezes, a Tesla reconheceu a vulnerabilidade e “cumprimentou” os hackers dizendo que tinha sido avisada à 10 dias sobre a brecha. A grande vantagem é que o sistema poderá ser actualizado sem que os compradores tenham de levar o carro à garagem.

Mas não fica por aqui, a Tesla vai mesmo recompensar os hackers por ajudarem a testar o sistema.

O que acha o leitor desta atitude?