Missão da NASA quebra recorde mundial!

Na passada sexta-feira (4), os aparelhos da agência espacial norte-americana (NASA) que têm a missão de dar aos cientistas do organismo uma perspectiva do interior da magnetosfera do planeta Terra, atingiram um novo recorde mundial.

531336_380404432002433_1896998963_n

MMS

A missão Magnetosférica Multiescala da NASA, ou MMS, está a quebrar recordes. MMS agora detém o Guinness World Record para a maior altitude com um sinal de GPS. Operando numa órbita altamente elíptica em torno da Terra, os satélites MMS estabeleceram o recorde a 43,500 milhas acima da superfície. As quatro naves espaciais MMS incorporam medidas de GPS nos seus sistemas de rastreamento precisos, que exigem cálculos de posição e órbita extremamente sensíveis para guiar formações de vôo apertadas.

No início deste ano, o MMS conseguiu a separação mais próxima de uma formação de multi-espaçonaves com apenas quatro milhas e meia entre os quatro satélites. Quando os satélites estão mais próximos da Terra, eles movem-se até 22.000 milhas por hora, tornando-os o mais rápido conhecido uso operacional de um receptor GPS.

A missão usa quatro satélites individuais que voam numa formação de pirâmide para mapear a reconexão magnética – um processo que ocorre quando o sol e os campos magnéticos da Terra  interagem. O rastreamento preciso do GPS permite que os satélites mantenham uma formação apertada e obtenham observações tridimensionais de alta resolução.

Entender as causas da reconexão magnética é importante para a compreensão de fenómenos ao redor do universo, desde as auroras na Terra até ás chamas na superfície do sol e até mesmo nas áreas em torno dos buracos negros.

Na próxima primavera, o MMS entrará na Fase 2 da missão e os satélites serão enviados para uma órbita ainda maior onde eles explorarão uma parte diferente da magnetosfera da Terra. Durante esse tempo, os satélites serão antecipados para quebrar o seu atual recorde GPS de altitude elevada por um fator de dois ou mais.

 

Deixe-nos a sua opinião!