Flops da tecnologia em 2015

flops da tecnologia

Com o finalizar do ano de 2015 e com todo o mundo tecnológico em constante mudança, resolvemos olhar para trás e procurar alguns Flops da tecnologia, no ano transacto. Esperemos que o leitor não se veja em nenhum dos cenários.

“Hoverboards”

Como já foi referido num artigo publicado no nosso site (pode ler aqui), as hoverboards segway e seus componentes electrónicos têm muitos problemas que levam ao sobreaquecimento das mesmas e até podem incendiar-se.

hoverboard

Google Maps vandalizado

As euforias de ser fanático por android desta vez foram longe demais. O leitor está a perguntar-se o que terá android e o google maps em comum? Bem, a google maps tinha uma ferramenta que era o Map Maker. Alguém usou o Map Maker para colocar uma imagem de android a “urinar” sobre o logótipo da Apple. A google maps suspendeu temporariamente o Map Maker.

androidpeeing

Volkswagen

Este ano ficou marcado pelo facto da volkswagen ter admitido usar um software que enganava os testes de emissão de gases. Este programa foi instalado em cerca de 11 milhões de veículos a diesel por todo o mundo.

volkswagen

Flickr e suas tags racistas

Algumas empresas trabalharam no desenvolvimento da automação do reconhecimento de imagem para ajudar as pessoas a encontrar fotos mais rápido e fácil. O flickr, com este sistema, às vezes colocava nas fotos tags de “animal” ou “macaco” onde não deveria… E pior, em campos de concentração, colocava tag de “desporto”, “ginásio”, entre outros.

flickr

Apple e seus “Beats speakers”

Voltando ao tema do sobreaquecimento, a apple lançou uns “beat speakers” que usavam baterias. Por vezes, estes aqueciam e poderiam levar a que os speakers se incendiassem.

beatspeaker

Quirky abre falência

Quirky era uma aplicação que permitia aos utilizadores construir e vender as suas ideias. Após 3 anos de idade, a empresa começou a enfrentar problemas e decidiu abrir falência.

quirky

Ano difícil para o twitter

O número de utilizadores não cresceu de forma suficiente este ano. Houve algumas alterações que não deixaram os utilizadores satisfeitos, passar os “favoritos” para “gostos” e, houve uma introdução de uma funcionalidade chamada “momentos” que no geral não foram bem aceites pelas pessoas.

twiter

Facebook e suas políticas

O Facebook tenta manter um equilíbrio entre segurança da conta do utilizador e, segurança para o utilizador. O facebook tem a “real name policy” que tem como base, saber que nomes são permitidos ou não no facebook. Acontece que activistas drag queen e os transexuais dizem-se discriminados pelo facebook porque a forma como ele “pergunta” pela identidade destes utilizadores é discriminatória.

fb

E tu, sabes de mais Flops da tecnologia?

Então porque não partilhas? Deixa o teu comentário…

Fonte das imagens