Aplicação Porno falhou e os dados de utilizadores ficam desprotegidos

A app SinVr é uma aplicação de realidade virtual para a pornografia. Hoje é noticia, pois a empresa de ciber-segurança britânica Digital Interruption descobriu uma falha nesta aplicação que permitiu com que os dados dos utilizadores fossem expostos ao público. Foram expostos cerca de 20 mil nomes, segundo a BBC.

Aplicação Porno falhou e os dados de utilizadores ficam desprotegidos

A falha foi tornada pública pela Digital Interruption após várias tentativas de contacto com a SinVR. Como não obtiveram respostas de retorno, a empresa de segurança decidiu avançar para a exposição desta situação a público.

Esta empresa de segurança tem analisado a segurança de vários sites pornográficos, revelou ainda que acedeu aos dados de todas as pessoas que tinham conta na aplicação, assim como todos os que pagavam conteúdos através do PayPal.

Após conseguir contactar a SinVR (depois da exposição a público), a empresa agradeceu o alerta e prometeu uma melhoria de segurança:

Tudo junto, foi uma tremenda lição. Continuando, estamos confiantes na nossa capacidade de parar ataques semelhantes e vamos continuar a usar um serviço profissional de segurança para auditar o nosso sistema

Esta falha forneceu a informação de nomes e emails dos utilizadores que foram divulgados No entanto, as passwords e os dados do cartão de crédito não foram expostos.

Ainda em 2016, os piratas conseguiram colocar 400 milhões de contas em sites pornográficos a olhos de todo o mundo.

O SinVR é um jogo de realidade virtual de pornografia, que permite aos utilizadores explorar diversos ambientes, assim como interagir com personagens virtuais.