Veículos conectados contribuem para estradas mais seguras na Noruega

Veículos conectados neve

A direcção nacional da rede rodoviária da Noruega, Norska Statens Vegvesen, está a investir numa nova tecnologia da Klimator e da NIRA Dynamics chamada Road Status Information, para fazer a previsão da situação das estradas no inverno. Por meio de algoritmos avançados, o software RSI combina os dados de veículos conectados com informações de estações meteorológicas que estão junto à estrada e de previsões meteorológicas. Isto permite que os veículos conectados se sincronizem com as estações meteorológicas que transmitem vários sinais, inclusive sobre o atrito da estrada no momento, o que é decisivo para estabelecer a aderência da estrada.

O RSI determina o estado de aderência da estrada em tempo real com grande precisão e fornece um diagnóstico preciso para 12 horas. Este diagnóstico preciso oferece mais segurança nas estradas no inverno, uma significativa vantagem ambiental e corte de custos através do uso mais eficiente dos recursos dos serviços de inverno (consumo de sal, quilometragem conduzida dos limpa-neves e espalhadores de sal, etc.).

“Este grande avanço tecnológico já deveria ter acontecido há muito tempo nesse sector, para aproveitar as novas oportunidades e atender às expectativas dos utilizadores das estradas. Testámos a nova tecnologia e estamos certos de que o RSI é a solução de melhor desempenho”, explicou Torgeir Vaa, da Norska Statens Vegvesen.

Como se faz a ligação entre os veículos conectados e os servidores da RSI?

Os veículos são conectados através de dongles de OBD (diagnóstico de bordo) desenvolvidos pela NIRA e registam a posição actual, a temperatura ambiente, a actividade do limpador de para-brisas e o atrito da estrada. São necessários apenas alguns minutos para equipar um veículo e de seguida os dados ficam logo disponíveis no servidor do RSI.

“A nossa inspiração veio do nosso sistema de monitorização da pressão do pneu, que já foi instalado em mais de 40 milhões de veículos em todo o mundo. No futuro, os dongles de OBD serão substituídos por pequenos módulos de software que serão parte do equipamento padrão dos veículos conectados”, acrescentou Gustav Kristiansson, diretor de novas tecnologias na NIRA Dynamics.

O projecto teve início em Janeiro de 2018 em Tromsö, e a nova tecnologia está a despertar grande interesse. Mais de 300 proprietários de carros particulares já registaram os seus veículos para participar neste projecto.

“Nós não esperávamos uma repercussão tão grande”, admite Torgeir Vaa. “O plano era fazer apenas 50 unidades de OBD para voluntários particulares, mas estamos muito contentes com o nível de aceitação. Os dongles de OBD restantes serão instalados em táxis, veículos de aluguer e de entrega com variados padrões de uso – serão meses de inverno muito interessantes.”

Como resultado do grande interesse internacional, o RSI será também apresentado na feira PIARC, em Fevereiro, um dos maiores pontos de encontro para especialistas de serviços de inverno de todo o mundo.