Galaxy S8 é testado ao extremo e bateria é posta à prova

Depois das explosões das baterias do Note7, a Samsung prometeu resolver o problema das baterias incendiárias. Existe uma nova tecnologia nos novos Galaxy S8 e Galaxy S8 Plus que não permite que a bateria expluda ou incendeie.

Enormes foram os esforços da Samsung para evitar problemas como os que afectaram o Samsung Galaxy Note 7, segundo a gigante sul-coreana durante a apresentação do dispositivo a bateria do novo Galaxy S8 passou por um processo de testes com 8 fases.

Teste à bateria do Samsung Galaxy S8

Conhece o canal do Youtube What’s Inside? Pois bem como o nome indica este canal de youtube destina-se a descobrir o que está por dentro seja do que for. Com a ajuda de JerryRigEverything, tiveram o prazer de testar o novo Galaxy S8 da Samsung.

Durante o video o Samsung Galaxy S8 foi serrado a meio na vertical até que a bateria é atingida e começa a inchar. Mas será que a bateria explodiu ou incendiou? Assista ao video!

Como puderam ver no vídeo em cima, o Galaxy S8 foi levado ao extremo. A lâmina da serra de corte atingiu a bateria do smartphone que começou a fumegar e a inchar mas por espanto de todos não incendiou ou explodiu como aconteceria noutros casos.

A tecnologia utilizada pela empresa sul coreana poderá ter resolvido definitivamente os perigos das baterias de iões de lítio explodirem e incendiarem.

Para mais vídeos aqui!

 Veja também: China vai lançar concorrente à Wikipedia já em 2018!

O que achou desta nova tecnologia da Samsung? 

Stefan Loureiro

Stefan Loureiro, estudante de Engenharia Informática. Fascinado por novas tecnologias! Autor de artigos para o Tech em Português.

You May Also Like

Meltan

Reveladas imagens especiais do Meltan

Keep Warranty: Aplicação permite guardar as suas garantias

Marcelfie: tire uma selfie com o Presidente da República

Samsung Galaxy Note 9

Ecrã do Galaxy Note 9 avaliado com as melhores pontuações do mercado

Este portal utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização Saiba mais sobre privacidade e cookies