Como não conduzir um Tesla em piloto automático

O condutor de um Tesla S foi inibido de conduzir por 18 meses, depois de ter sido apanhado em vídeo, numa autoestrada britânica, sentado no banco do passageiro, deixando o carro em piloto automático sem ninguém ao volante.

Como não conduzir um Tesla em piloto automático

Bhavesh Patel, de 39 anos, conduzia um Tesla S 60 numa das principais estradas inglesas, cerca das 19.40 horas de 21 de maio de 2017, quando decidiu ativar a função de piloto automático do carro. Não satisfeito, resolveu passar para o lado do passageiro e colocar as mãos atrás da cabeça, deixando o veículo sem ninguém aos controlos.

Este conteúdo está bloqueado. Aceite os cookies para o visualizar.

Uma pessoa que seguia num outro carro estranhou a situação, filmou Patel e publicou o vídeo nas redes sociais, revela o jornal “The Independent”, que salienta o facto de haver muito trânsito na estrada na altura. As imagens chegaram às mãos da polícia e agora o condutor foi condenado a ficar 18 meses sem carta de condução.

Segundo o mesmo jornal, Patel reconheceu que “foi uma estupidez”, mas lembrou que o carro era capaz de algo “espantoso”, só que ele teve o azar de ser apanhado. No processo instaurado contra o condutor, a polícia ouviu um engenheiro da Tesla, que lembrou que o sistema de piloto automático deveria ser usado apenas como auxílio a um condutor “completamente atento” ao que se passa na estrada.

Em tribunal, um investigador da polícia de Cambridgeshire lembrou que o ato “foi de uma irresponsabilidade grosseira que poderia ter terminado facilmente numa tragédia”. O condutor deu-se como culpado no julgamento, a 20 de abril.