Quase 80% das casas em Portugal têm internet

A internet está em 79% dos lares portugueses, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), que regista que o número de utilizadores da Internet em Portugal continua dez pontos abaixo da média europeia.

Um total de 75% dos portugueses dos 16 aos 74 anos usou a internet em 2017, quando a média no resto da Europa foi de 85%. No entanto, o número de internautas aumentou em Portugal 22 pontos percentuais desde 2010.

Quase 80% das casas em Portugal têm internet

A internet chega a quase todas as casas por banda larga e a proporção de lares ligados este ano aumentou dois pontos percentuais em relação a 2017.

Este ano, 81% das pessoas ligadas acedeu à internet num dispositivo móvel, mais do dobro do que acontecia há cinco anos, e a percentagem de utilizadores de serviços bancários ‘online’ aumentou 10 pontos em relação a 2017, atingindo 52%, mas ainda abaixo da média europeia.

Contrariando as tendências de aumento dos números, desceu cinco pontos percentuais a proporção das pessoas que contactaram organismos da administração pública pela internet, de 60% em 2017 para 55% em 2018.

A maior parte dos acessos (48%) foi para procurar informações nas páginas de internet dos serviços. O número de pessoas que preencheram e enviaram impressos oficiais pela Internet desceu dois pontos este ano para 40%.

Quanto ao comércio eletrónico, 37% da população que usa a internet fez compras ‘online’ em 2018, mais dois pontos que no ano passado e mais 22 pontos que em 2010.

À medida que se avança na idade, diminui o número de portugueses ligados: antes dos 55 anos os números situam-se acima dos 80%, mas dos 55 aos 64 descem para 55% e acima dos 65 anos são só 34%.

Em 2018, 22% das pessoas empregadas usaram a internet para trabalhar a partir de casa.

Dois terços das empresas usam banda larga móvel

Segundo o mesmo inquérito, dois terços (67%) das empresas portuguesas acedem à Internet através da banda larga móvel.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), “em 2018, 98% das empresas com 10 ou mais pessoas ao serviço têm acesso à Internet e 67% acedem à Internet através de banda larga móvel”.

O grau de utilização da Internet no telemóvel “é mais elevado nas empresas de informação e comunicação (89%) e menor no setor do alojamento e restauração (50%)”.

Segundo o inquérito, “todas as empresas com acesso à Internet fazem-no através da ligação em banda larga, destacando-se o aumento de cerca de 13 pontos percentuais na taxa de penetração deste tipo de ligação em relação ao início da década (85% em 2010)”.

Além disso, 63% das empresas com 10 ou mais pessoas afirmaram ter “um ‘website’ [página na Internet] próprio ou do grupo económico a que pertencem, mais 11 pontos percentuais do que em 2010 (52%)”, adianta o INE.

A maioria das empresas disponibiliza a descrição dos produtos, serviços ou listas de preços (69%) ou inclui ligações ou referências a perfis da empresa nas redes sociais (51%).

O inquérito concluiu ainda que 16% das empresas utilizam publicidade paga na Internet, assente no conteúdo ou palavras-chave pesquisadas na Internet (75%), na monitorização dos perfis ou atividades dos utilizadores (42%) ou na sua geolocalização (35%).

Além disso, 8% das empresas utilizavam este ano robôs na sua atividade, nomeadamente na indústria e energia (17%), sendo que quase um quarto das grandes empresas (23%) utilizam robôs industriais ou robôs de serviços.